No mínimo, é Dilma

O salário mínimo é uma conquista histórica dos trabalhadores. Getúlio Vargas deu forma jurídica à luta por um piso salarial nacional.

Depois dele, o debate teve vários episódios.

O mais recente foi a luta unificada das centrais sindicais por um mínimo que superasse a inflação e recuperasse o poder de compra.

Antes, um pouco antes, o discurso neoliberal, protagonizado pelo PSDB e pelo ex-PFL, e seus representantes na imprensa, dizia que um mínimo fortalecido criaria inflação e que quebraria as contas públicas.

Mentira. O salário mínimo conquistado pela voz das ruas (seis marchas a Brasília, milhares a cada ano pressionando por uma política permanente de valorização do piso) representa hoje um recorde histórico. Foi fundamental para o fortalecimento do mercado interno e, como consequência, pela superação da crise internacional que explodiu no ano passado.

Dilma Rousseff, nossa candidata, diz que o acordo com as centrais será honrado. E que apesar do PIB fraco de 2009, haverá aumento real no ano que vem. Para entender, clique aqui.

Já Serra, em entrevista à Rede Brasil Atual, disse hoje (26) que aumento para o mínimo vai acontecer “quando possível”. Veja aqui.

Alguma diferença?

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “No mínimo, é Dilma

  1. Os trabalhadores não abrem mão DILMA política de aumento real!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s