Saiu no ‘Valor Econômico’: trem do Serra já custou quase 1 milhão sem sair do papel

Saiu no jornal Valor Econômico de hoje: o governo do Estado de São Paulo, na época do Serra, gastou R$ 906 mil só para colocar no papel o projeto de um trem que sairia do centro de São Paulo e chegaria ao aeroporto de Guarulhos.

Mas nenhum tijolo ou sequer um metro de trilho foram comprados.

E mais: o governo tucano diz que o projeto deve ficar por aí, parado.

E mais, ainda segundo o jornal Valor: o atual governador dá uma explicação diferente da que deu o então candidato Alckmin, durante a campanha.

Leia o texto do Valor:

O governo do Estado de São Paulo gastou R$ 906 mil com o projeto do Expresso Aeroporto, trem que ligaria o bairro da Luz, no centro de São Paulo, ao aeroporto de Cumbica (Guarulhos), mas que não deve sair do papel. O dinheiro foi usado na contratação de empresas para a elaboração do projeto funcional e do edital da licitação e para consultoria no processo de obtenção da licença prévia.

A licitação para a concessão do Expresso Aeroporto foi aberta em maio de 2009 e interrompida em agosto, após decisão judicial que suspendeu a licença prévia. O Estado conseguiu derrubar a liminar, mas não reabriu a licitação para a obra, estimada em R$ 1,44 bilhão.

Em nota, o governo diz que não desistiu do projeto, mas que, sem a definição dos detalhes do terceiro terminal de passageiros de Cumbica, por parte do governo federal, não é possível concluir o projeto do Expresso Aeroporto, pois não há definição sobre a demanda de passageiros.

Durante a campanha eleitoral, o governador eleito Geraldo Alckmin (PSDB) deu outra justificativa para não fazer a obra: o trem-bala, projetado pelo governo federal, seria “concorrente” do Expresso Aeroporto. “Como é que você vai motivar o setor privado a fazer outro investimento paralelo?”, disse Alckmin na ocasião. O trem-bala deve ligar Rio, São Paulo e Campinas. Entre as paradas estariam os aeroportos de Cumbica e Campo de Marte (zona norte de São Paulo).

No Expresso Aeroporto, a tarifa máxima prevista para o trecho Luz-Cumbica era de R$ 35. Não está definida a tarifa que seria cobrada no trem-bala para o trecho Campo de Marte-Cumbica. A ligação sobre trilhos com Cumbica é considerada uma das obras estratégicas para a Copa do Mundo de 2014.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Saiu no ‘Valor Econômico’: trem do Serra já custou quase 1 milhão sem sair do papel

  1. Gostaria de poder COMPARTILHAR as notícias !!!

    • Denise, você tem twitter? É uma boa forma de compartilhar o que sai aqui neste blog. Ou você pode copiar a matéria e mandar por email.

      Mas se vc quiser mandar notícias para nós, é só fazer o que já fez: entre e mande um comentário.

      Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s