Aumenta a “república sindicalista” em Brasília

Não se assustem com o uso dessa expressão reacionária no título acima. É pura provocação.

José Lopez Feijóo, ex-vice-presidente da CUT e ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC vai cumprir nova função. Vai trabalhar com Gilberto Carvalho na secretaria executiva da Secretaria Geral da Presidência da República, bem próximo de Dilma e com uma missão que, aposto, ele vai fazer muito bem: fazer ligação do governo com os movimentos sociais, manter o diálogo num canal permanente de interlocução.

Ele não será o interlocutor da CUT – que não o indicou ao cargo, é importante dizer – mas de todo o movimento social.

Antes dele, já tinham assumido cargos no governo Dilma nossa ex-secretária nacional de Relações do Trabalho, Denise Motta Dau, e nosso diretor executo Adeilson Telles. Denise ocupa a Diretoria de Gestão e Regulação do Trabalho em Saúde, no Ministério da Saúde. Vai usar sua experiência de trabalhadora pública na área para articular o governo e os quadros da Saúde. Adeilson foi para a chefia de gabinete nos Correios.

Feijóo (segundo a partir da esq.) e eu (o quinto elemento) com os companheiros do meu sindicato de origem, o Sinergia-CUT, em festa de despedida de Feijóo realizada na sexta. Foto de Roberto Claro

Foram convidados pelas pastas a partir do critério da competência e da visão estratégica de Estado que desenvolveram e praticaram ao longo da militância e liderança sindical que desenvolveram na CUT e em seus sindicatos.

Não houve pedido da Central, pois cremos na necessidade de manter autonomia. Governo é governo, central é central. Estamos aqui para propor e negociar, sempre que houver espaço, mas também para criticar e cobrar sempre que necessário.

Apesar disso, eu digo pessoalmente que o governo acertou nas escolhas. São todos companheiros de muito valor e que certamente vão contribuir para avançar no conceito de um Estado cada vez mais democrático a serviço de um projeto de desenvolvimento com distribuição de renda.

Como tantos outros ex-sindicalistas da CUT que passaram pelo governo nos últimos anos – Lula, por exemplo, com amplas e fartas demonstrações de compromisso com o País, visão estratégica, competência administrativa e tantos outros atributos que os conservadores teimam em tentar negar nos líderes sindicais de trabalhadores – eles têm tudo para fazer um bom trabalho.

Para desespero da direita extremada, aquela que, segundo reportagem da revista CartaCapital desta semana, fez uma festinha para comemorar o golpe de 64 (que eles teimam em dizer que foi no dia 31 de março, para esconder o ridículo de ter eclodido no Dia da Mentira) e que se pronunciaram, durante essa festinha, a favor do desmonte do que chamam, numa linguagem super embolorada, de “república sindicalista”. Sandra Cavalcanti, numa aparição fantasmagórica, disse estar pronta para colaborar com um golpe semelhante àquele, segundo a revista. “Não queremos ser governados por sindicalistas”, disse, fingindo desconhecer o fato de que empresários que tiveram cargos em associações como a CNI ou Fiesp também são sindicalistas – ah, mas empresário pode…

Mas não podemos esquecer que esse tipo de visão, usada à exaustão para justificar o golpe de 64, não está restrita a festas modorrentas promovidas por generais de pijama. Até pouco tempo atrás, a campanha à Presidência de José Serra martelava conceitos como esse. O jogo é pesado.

Viva os sindicalistas. Viva os trabalhadores. Viva o Brasil.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “Aumenta a “república sindicalista” em Brasília

  1. Espero que o companheiro de grandes lutas , agora que está do outro lado da mesa, não nos vire as costas que nem uma boa parcela dos que se encastelaram nas estatais e poder executivo. Deve nos ajudar a Consolidar o Contrato Coletivo Nacional do Serviço Público. Trabalhar na esfera Federal, estadual ou municipal , não faz que deixemos de ser trabalhador no serviço público. Logo precisamos urgentemente realizar esta negociação. Não tem trabalhador público de primeira ou segunda. Todos são trabalhadores púlicos.
    Conto com voce companheiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s