Melhora do salário mínimo diminui a jornada semanal de trabalho

Essa é a conclusão do professor Claudio Dedecca, da Unicamp, em reportagem publicada hoje no jornal Valor Econômico, assinada por João Villaverde.

O texto do jornal não dá destaque principal para esse dado, mas ele está lá, mostrando mais um aspecto positivo da política de valorização permanente do salário mínimo que construímos, com a ajuda de acadêmicos como Dedecca, e com o governo federal, após um longo e bem elaborado processo de pressão, inclusive com marchas anuais a Brasília.

Mas a jornada, na média, continua superior àquela que estamos cobrando há vários anos, de 40 horas semanais.

Leia a reportagem do jornal valor_hora extra.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s