Ricardo Teixeira, Copa, dinheiro público e BNDES

Reportagem da Folha de S. Paulo de hoje informa que a maioria dos recursos para bancar obras da Copa 2014 está saindo dos cofres públicos, notadamente do BNDES.

Os empreendedores privados, dessa forma, evitam riscos e a responsabilidade em assumir empréstimos no mercado financeiro.

Enquanto isso, o BNDES, que recentemente foi dura e justamente criticado por anunciar que daria suporte a uma fusão de supermercados que, até onde se enxerga, não tem como prioridade os interesses dos consumidores e contribuintes, merece ter suas atividades reavaliadas.

Insistimos: por que o “S” desse banco, ou seu papel social, está relegado a segundo plano?

Um bom artigo de Carlos Lessa, na mesma Folha de hoje, merece ser lido. Clique em lessa.

Para ver o texto da Folha, clique em copa.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s