Dalazen, do TST, já mostrou que tem olhar renovador sobre o mercado de trabalho. Podemos lutar juntos

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, João Oreste Dalazen, já deu amplas mostras de possuir um olhar renovador em relação ao mercado de trabalho brasileiro. Sabe que é preciso inovar a legislação.

Em entrevista recente ao jornal Valor Econômico, o juiz declarou-se favorável ao fim do imposto sindical e à ratificação da Convenção 87 da OIT. Excelente.

Estamos agora em audiência com ele, em Brasília, para reafirmar nosso apoio a essas iniciativas e, ao mesmo tempo, pedir o apoio dele a essa luta em que a CUT, entre as centrais, milita só.

Queremos também o apoio do presidente Dalazen à criação de um projeto que institua no Brasil o contrato nacional coletivo por ramo de atividade.

Quando as categorias ou os setores econômicos tiverem um contrato coletivo nacional, haverá patamares mínimos de remuneração salarial e condições de trabalho em todo o Brasil para aquela categoria ou setor econômico. Isso vai reduzir as assimetrias regionais e vai qualificar o emprego no País.

Estamos aqui também para parabenizar o TST pela iniciativa que o tribunal teve de lançar uma campanha nacional pela prevenção de acidentes de trabalho. Por sinal, a presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Juvândia Moreira Leite, aqui está para formalizar a adesão da entidade ao protocolo de cooperação da campanha.

Ainda nesse registro, vamos solicitar ao presidente do TST que o tribunal seja o autor de um projeto de lei que obrigue empresas e projetos tomadores de empréstimos com dinheiro público a respeitar procedimentos de saúde e segurança no trabalho.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

4 Respostas para “Dalazen, do TST, já mostrou que tem olhar renovador sobre o mercado de trabalho. Podemos lutar juntos

  1. jesus francisco garcia

    parabens CUT Brasil!!! vamos colocar as demais centrais na transparência se não amassar barro não tem sustentação financeira SINERGIA CUT.

  2. Parabéns a direção da CUT pela luta neste dia 10 de agosto em Brasília.
    É fundamental a luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho, de saúde, de salário e de direitos.
    A CUT, sempre pioneira, sai às ruas e cria mobilizações em Brasília.
    Os bancários de São Paulo lá estiveram e, além de apoiar a luta, participou ativamente dela. Tanto é que os bancários de São Paulo assinou o protocolo de cooperação com o TST do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes.
    É isso e a luta não pode parar!

  3. Vanderlei

    Acho que a nossa central precisa intenssificar esta discussão, principalmente nas centrais desentralizadas, onde este discurso ainda nao alcançou o devido eco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s