Haddad: “a greve dos professores mineiros é justa e legítima”. Ministro diz que vai intermediar negociação

Hoje completam-se 100 dias de greve dos professores e professoras públicas do Estado de Minas Gerais.

A categoria exige o cumprimento da lei federal que institui o piso nacional do magistério.

Ontem à tarde, uma delegação da CUT esteve com o ministro da Educação, Fernando Haddad – um dos que batalharam para que o piso nacional fosse aprovado – e o ministro disse avaliar a greve como justa e legítima e prometeu procurar o governador mineiro, Antonio Anastasia, para encontrar uma solução para o impasse.

O governador se recusa a pagar o piso e também a receber representantes dos professores para negociar.

Leia relato sobre a reunião de ontem clicando aqui.

Leia sobre a greve e sobre o piso clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s