Arquivo do mês: outubro 2011

Jogo duro com ONG’s: Dilma está certa

Antes de mais nada, é preciso deixar claro que, em princípio, nada contra as ONGs. Muitas são sérias e muitas delas trabalham com a CUT em parcerias de pesquisa e difusão de ideias.

Mas ninguém pode ser contra a iniciativa do governo de passar um pente fino nos contratos e nas prestações de contas.

Devemos lembrar que o recurso a ONGs para cobrir lacunas no serviço público é uma herança do governo privatista do FHC, e que muitos de nós dos movimentos sociais sempre tivemos críticas ao uso indiscriminado dessas ONGs para realizar atividades típicas do serviço público.

As entidades que forem sérias vão passar ilesas pelo pente fino.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A voz de um Brasil que nunca teve voz. #ForçaLula

Lula vai atravessar mais esse entrevero pessoal e sair dele muito bem. Faz parte das características desse homem e desse líder. Além da coragem e do otimismo, ele tem fé.

Não apenas eu, mas muita gente está torcendo pela superação.

Otimismo, coragem e fé. Esta é a chegada de Lula ao Sírio, hoje, para quimioterapia. Foto de Ricardo Stuckert

Por enquanto, fora um exagero aqui e outro acolá, a imprensa comercial está se segurando para não escapar do tom.

Mas entre os exageros, sem dúvida um deles foi cometido por Eliane Catanhêde em sua coluna de domingo, na Folha. Recorrendo ao que ela chama de “ironias da vida”, compara Lula a José Alencar, num texto sem pé nem cabeça que parece sugerir apenas a finitude da existência. Texto de tremendo mal gasto e pleno de vacuidade.

Por outro lado, Paulo Henrique Amorim sugere, em seu Conversa Afiada de hoje, que a imprensa está louca para recorrer ao seu espírito de urubu, mas diz confiar que a equipe médica de Lula, ao desautorizar qualquer interpretação que não seja oriunda dos boletins médicos oficiais, vai conter a baixaria do noticiário.

Baixaria que teve outro exemplo no Diário de S. Paulo de domingo, que estampou manchete atribuindo, como se fosse autoridade médica, a enfermidade de Lula ao consumo de cigarro e álcool. No mínimo precipitado.

Mas baixaria mesmo veio do Facebook, durante o final de semana, quando mais de 90 mil internautas lançaram a palavra de ordem “Lula, vá se tratar no SUS”, fazendo ironia com o serviço público e numa provocação ao ex-operário.

Ora, será que a ignorância é tanta que esses caras não sabem que o SUS opera a imensa maioria dos casos complexos, como o câncer, o que inclui o tratamento de quem tem plano de saúde privado e é remetido à rede pública – por ser a mais capacitada a esse tipo de atendimento? E que os planos de saúde usam a rede pública e muitas vezes não a ressarcem pelos gastos?

Não sabem que o Sírio Libanês também atende pelo SUS?

Quero aqui recomendar texto publicado hoje pela agência Carta Maior, que inspirou o título deste post.

Leia o texto da Carta Maior clicando aqui.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Crise na Europa e a saída à grega: onde está a mágica dessa operação?

O inquietante editorial desta sexta-feira no portal CartaMaior merece ser lido e recomendado.

Uma série de questões são levantadas.

Como surge tanto dinheiro de repente para recapitalizar o fundo europeu?

Se era possível dar logo o desconto de 50% da dívida grega, porque se esperou tanto e se impôs tantos sacrifícios ao povo daquele país?

Porque o desconto grego é elogiado por todos e o corte de 70% na dívida decretado pela Argentina em 2005 foi tão desprezado pelo mesmo mercado e pela mesma imprensa? (leia mais sobre a Argentina clicando aqui).

Uma coisa é fato: o mercado financeiro aprontou uma tragédia, o povo paga a conta e o capital e suas ficções continuam impondo uma realidade paralela ao mundo real.

Leia o editorial da CartaMaior clicando aqui.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Berzoni compra a briga e apoia proposta da CUT e da CTB para regulamentar a terceirização

Na última quarta-feira, quando um grupo de dirigentes da CUT e da CTB estiveram na Câmara para combater um projeto que pretende legitimar a terceirização da mão de obra como instrumento de precarização e ataque aos direitos dos trabalhadores, o deputado Ricardo Berzoini subiu à tribuna para criticar duramente o uso indiscriminado dessa forma de contratação.

O deputado merece nosso apoio por essa iniciativa.

Berzoini (PT-SP), ex- dirigente sindical cutista e ex-ministro do Trabalho e da Previdência, não poupou nem mesmo A Petrobrás, empresa que usa a terceirização em larga escala: ” Vejam bem, quem é que pode ser contra a Petrobrás contratar uma empresa especializada para auxiliar, com sua tecnologia e especialização, na busca da riqueza nacional em petróleo, gás e outros instrumentos? Ninguém pode ser contra, mas, ao mesmo tempo, em função dessa compreensão sobre o papel da Petrobrás e da sua complexidade de organização, nós não podemos deixar de observar que é preciso proteger os trabalhadores brasileiros e os seus direitos, para evitar que esse tipo de contratação resulte em perdas ou em esperteza da empresa que queira reduzir custos com um processo de terceirização mal organizado. Isso vale para várias empresas, de vários setores. Vale para a agricultura, para a construção civil, para o sistema financeiro, para o comércio e para vários ramos da indústria nacional”, disse Berzoini.

Ele defende que a terceirização é aceitável quando aplicada em atividades especializadas das quais a empresa contratante não detém o domínio técnico. Mas, argumenta, é inaceitável que a terceirização seja aplicada na atividade-fim da empresa contratante – este blog cita como ilustração o exemplo de uma empresa aérea que terceirizasse seus pilotos – e que, mesmo nos demais casos, que a terceirização crie a figura do trabalhador de segunda classe, ou seja, que os terceirizados tenham menos direitos que os contratados diretamente pela mesma empresa onde trabalham.

Por isso, a CUT e a CTB cobram que seja barrado o substitutivo do deputado Roberto Santiago (PSD-SP) ao projeto original assinado por Sandro Mabel (PMDB-GO) e cumprido o acordo entre as centrais que, em 2009, enviaram ao governo federal uma proposta de regulamentação da terceirização que verdadeiramente protege os direitos dos trabalhadores e combate a precarização no mercado de trabalho.

Leia o discurso de Berzoini na página pessoal do deputado, clicando aqui.

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Levando São Paulo no bico: tucanos enterram a investigação sobre o “emendoduto”

A página da CUT São Paulo traz hoje um texto preciso e muito esclarecedor sobre a manobra do governo Alckmin para sufocar as investigações que deveriam apurar as sérias denúncias de um deputado da base aliada sobre a venda de emendas parlamentares no Estado de São Paulo.

Escrito pela companheira e amiga deste blog Tatiana Melim, o texto mostra como é errático e fluido o tratamento dado pela imprensa e por diferentes setores da sociedade ao conceito de ética e corrupção:

 

“Na 4ª reunião extraordinária do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Assembleia Legislativa de São Paulo, ocorrida na manhã desta quinta-feira (27), os deputados da base aliada do Governador Geraldo  Alckmin conseguiram acabar com os trabalhos de investigação da comissão de ética, que apura as denúncias de suposta venda de emendas parlamentares. Um relatório final, que ainda não está pronto, será apresentado em até 15 dias e encaminhado ao Ministério Público para que se realize a investigação em sigilo.

Logo criado por Maria Dias para a série "Levando São Paulo no Bico", em que a CUT-SP vai denunciar os desmandos do PSDB em São Paulo

O requerimento proposto pelo deputado estadual Campos Machado (PTB), que foi motivo de debate na tarde de ontem, quando os deputados da base minoritária tentaram prorrogar o trabalho do conselho, prevê que sejam encerrados qualquer investigação pela Assembleia, como, por exemplo, a possível instalação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para aprofundar a apuração.

As denúncias tiveram início quando o deputado estadual Roque Barbiere (PTB), da base governista e do mesmo partido de Campos Machado, afirmou em uma entrevista ao programa virtual Questão de Opinião que de 25% a 30% dos deputados paulistas trocam a indicação de verba pública a um município ou instituição pelo recebimento de uma parcela do recurso liberado, o que significa desvio de dinheiro público – a venda de emendas parlamentares.

Golpe para engavetar as denúncias

A votação do requerimento que colocou fim aos trabalhos do Conselho de Ética não estava na pauta do dia da sessão de quarta-feira (26). Inclusive, a antecipação da reunião do conselho do dia 27 para o dia 26 já foi o início da manobra, pois queriam evitar que a reunião coincidisse com a manifestação de entidades e movimentos sociais que pediriam pela instalação imediata da CPI. O deputado Campos Machado, que defendeu ferrenhamente o governo durante todo o funcionamento do conselho, solicitou que o requerimento sobre o encerramento da investigação do conselho fosse colocado na ordem do dia. Depois de debate com a oposição, o pedido foi aprovado por cinco votos a dois, uma vez que a base governista era maioria no conselho, com um total de sete membros.

Uma vez aprovado, a base de Alckmin passou a agir para que a questão passasse de última para a primeira pauta na ordem do dia, o que também foi aprovado pela maioria.

Depois de todo o processo ensaiado, a base do governo pediu para que se garantisse regime de urgência para o requerimento, acabando com a possibilidade para que qualquer deputado pedisse revisão do item. A partir de então, encerrou o capítulo com a votação do fim do Conselho (…)”

Leia o texto completo clicando aqui.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Tem início nesta quinta o 1º Encontro Mundial de Blogueiros. Assista ao vivo pela rede

Estou em El Salvador, para uma agenda de trabalho com sindicalistas daquele país.  Espero também poder dialogar com integrantes do governo. Fomos convidados especialmente para falar da experiência do moviomento sindical brasileiro durante os anos Lula e início do período Dilma.

Por isso, não poderei participar do 1º Encontro Mundial de Blogueiros. Mas a CUT estara lá, representada pela nossa companheira secretária de Comunicação Rosane Bertotti e por outros companheiros de nossas entidades filiadas.

Para quem, como eu, não estará lá, a saída é acompanhar ao vivo pela internet.

Eis o endereço para acompanhar os debates:

http://blogueirosdomundo.com.br/ao-vivo/.

Parabéns aos organizadores e aos participantes. Sucesso!

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Vídeo: Dilma discursa ao som do System of a Down

Montagem de discurso de Dilma, fala do Lula e o som do System of a Down.

Curta:

1 comentário

Arquivado em Uncategorized