Alô Cristina: a mídia brasileira esqueceu de falar da banana que a Argentina deu para a dívida externa

Cristina Kirchner está reeleita. Um banho na oposição. A torcida contrária ficou estupefata. Em busca de explicações, os jornais tradicionais tentaram dizer que as políticas de redistribuição de renda – chamadas por esses jornais de “compensatórias” e por seus editores, nos corredores, de “esmola” – são a única explicação.

Se fossem, ainda assim seriam o bastante.

Mas não foi só isso.

Se fosse, todos os moderados serviriam de exemplo.

Porém, em 2001, a Argentina deu uma banana para a dívida com os imperialistas e, ainda que muitos analistas à época dessem o país como moribundo, essa foi uma razão fundamental para que o nosso vizinho desse a volta por cima.

O Estadão – na minha modesta e humilde opinião o menos ruim jornal impresso de variedades do Brasil – traçou uma linha do tempo do que chamou “hiperpresidencialismo” e omitiu a moratória de 70% da dívida em 2005 entre os fatos marcantes da Era Kirchner.

Pois eu acho que foi esse gesto, a moratória, o dado essencial da vitória do povo argentino.

Grécia, Portugal, Espanha, Irlanda, sigam essa mulher. Ou melhor, sigam o exemplo argentino de 2005.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “Alô Cristina: a mídia brasileira esqueceu de falar da banana que a Argentina deu para a dívida externa

  1. PARABÉNS PELA VITÓRIA CRISTINA !!!´
    Mais uma vez a América do Sul dando exemplo para o mundo !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s