A voz de um Brasil que nunca teve voz. #ForçaLula

Lula vai atravessar mais esse entrevero pessoal e sair dele muito bem. Faz parte das características desse homem e desse líder. Além da coragem e do otimismo, ele tem fé.

Não apenas eu, mas muita gente está torcendo pela superação.

Otimismo, coragem e fé. Esta é a chegada de Lula ao Sírio, hoje, para quimioterapia. Foto de Ricardo Stuckert

Por enquanto, fora um exagero aqui e outro acolá, a imprensa comercial está se segurando para não escapar do tom.

Mas entre os exageros, sem dúvida um deles foi cometido por Eliane Catanhêde em sua coluna de domingo, na Folha. Recorrendo ao que ela chama de “ironias da vida”, compara Lula a José Alencar, num texto sem pé nem cabeça que parece sugerir apenas a finitude da existência. Texto de tremendo mal gasto e pleno de vacuidade.

Por outro lado, Paulo Henrique Amorim sugere, em seu Conversa Afiada de hoje, que a imprensa está louca para recorrer ao seu espírito de urubu, mas diz confiar que a equipe médica de Lula, ao desautorizar qualquer interpretação que não seja oriunda dos boletins médicos oficiais, vai conter a baixaria do noticiário.

Baixaria que teve outro exemplo no Diário de S. Paulo de domingo, que estampou manchete atribuindo, como se fosse autoridade médica, a enfermidade de Lula ao consumo de cigarro e álcool. No mínimo precipitado.

Mas baixaria mesmo veio do Facebook, durante o final de semana, quando mais de 90 mil internautas lançaram a palavra de ordem “Lula, vá se tratar no SUS”, fazendo ironia com o serviço público e numa provocação ao ex-operário.

Ora, será que a ignorância é tanta que esses caras não sabem que o SUS opera a imensa maioria dos casos complexos, como o câncer, o que inclui o tratamento de quem tem plano de saúde privado e é remetido à rede pública – por ser a mais capacitada a esse tipo de atendimento? E que os planos de saúde usam a rede pública e muitas vezes não a ressarcem pelos gastos?

Não sabem que o Sírio Libanês também atende pelo SUS?

Quero aqui recomendar texto publicado hoje pela agência Carta Maior, que inspirou o título deste post.

Leia o texto da Carta Maior clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s