O aumento da expectativa de vida do Censo 2010 vai alterar o fator previdenciário? É preciso pressa para se aposentar?

Recentemente, o site G1 publicou uma matéria com uma advogada que diz ser especializada em Previdência. Ela diz que o fato de a expectativa de vida estar subindo vai provocar uma queda no valor das aposentadorias. O site da Globo sugere que as pessoas que estiverem perto de se aposentar devem correr até o posto mais próximo do INSS para pedir logo o benefício.

Porém, o companheiro e amigo deste blog Jesus Divino diz que o melhor é ter paciência e não se apressar. Segundo ele, é preciso avaliar caso a caso e não se deixar levar pela afobação.

A seguir, o texto do G1 e as recomendações do Jesus:

“Segundo a advogada Melissa Folmann, o aumento da expectativa causa uma variação de 0,4% a 1,4%, que pode causar perdas consideráveis ao longo de 10 anos de benefício.

A nova expectativa de vida do brasileiro, com base no censo de 2010, deve alterar o fator previdenciário e o benefício pode ficar menor. O dado do IBGE vai ser divulgado no dia 1º de dezembro. Até lá, quem trabalha em empresas privadas e está em condições de dar entrada no benefício deve correr até um posto do INSS. Segundo a advogada Melissa Folmann, o aumento da expectativa de vida causa uma variação de 0,4% a 1,4% na diminuição: “Ao longo de 10 anos, ela pode fazer com que o aposentado perca, em média, R$ 50. Isso porque o fator previdenciário foi criado em 1999 para rebater as aposentadorias precoces, que usa como um dos critérios a expectativa de sobrevida. Ou seja, quanto maior a expectativa de sobrevida, menor o benefício”, explica a advogada.

Se quiser ler o texto do G1, clique aqui.

Agora, leia o comentário:

“Até um relógio quebrado forneçe a hora certa duas vezes por dia”(comentário do Jesus)

É pensando assim é que desta vez eu não vou insistir tanto, quanto fiz nos anos anteriores.

Farei apenas algumas recomendações para aqueles que estão temerosos com a alteração da expectativa de sobrevida, e consequentemente com os reflexos desta sobre o fator previdenciário, o que poderá reduzir a aposentadoria de algumas pessoas.

Portanto, agende a sua aposentadoria pelo telefone 135 da Previdência Social (INSS), e se o mundo não acabar no dia 01/12/2011 é só ligar na previdência e cancelar o agendamento.

Tenho algumas divergências com a Melissa, mas a entrevista dela, no link acima, é muito esclarecedora.

Observações:

O fator só reduz o valor das aposentadorias a serem concedidas. Não reduz valor de aposentadoria já concedida;

Expectativa de sobrevida é diferente de expectativa de vida, a primeira é apenas ao nascer e a última é diferenciada, para cada idade tem uma expectativa de sobrevida correspondente;

Muito cuidado com as aposentadorias proporcionais por tempo de contribuição, pois além do ‘Fator’, têm o pedágio e o coeficiente da proporcionalidade que, juntos, reduzem, e muito, o valor da aposentadoria e pode causar grandes prejuízos;

Mulher, professor(a) e pessoas que tem direito de converter tempo especial, devem observar que na fórmula do ‘Fator’ apenas o (Tempo de Contribuição) será alterado, e o impacto positivo deste “bônus” neste cálculo é muito pequeno, pois tem menor “peso”. O “peso” maior são da Idade e da expectativa de Sobrevida, que continuam costantes nestes casos;

Cuidado também com as aposentadorias por tempo de contribuição, principalmente se ela for proporcional, próximo de completar 60 anos (mulher) e 65 anos (homem), pois por tempo de contribuição aplica o ‘Fator’, e por idade não se aplica para reduzir o benefício, apenas se for para aumentar;

Antes de decidir faça uma análise acuradíssima. Insisto, não tome decisões precipitadas, procure se apropriar de cada detalhe, pois “o que não sabe por conta própria, não sabe.”;

Por pouquíssimo tempo perde-se até mais de 30%. As perdas, nestes casos, podem ser superiores a R$ 1.000,00;

Resumidamente: Entre ter direito de se aposentar e ser o melhor momento para isso tem muita diferença. Portanto, fiquem atentos, pois além dos aspectos matemáticos, vários outros devem ser cuidadosamente analisados. Para evitar arrependimentos e surpresas desagradáveis na hora de efetivar a sua aposentadoria, ou mesmo depois de aposentado, faça desde já o seu planejamento previdenciário; e,

Mais informações em: http://www.observatoriosocial.org.br/conex2/?q=node/3272

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “O aumento da expectativa de vida do Censo 2010 vai alterar o fator previdenciário? É preciso pressa para se aposentar?

  1. E o mundo não acabou

    Mais uma vez as previsões pessimistas e desastrosas a respeito das alterações na expectativa de sobrevida e, consequentemente, a sua influência sobre o fator previdenciário não se confirmaram, ou seja, elas foram dentro do esperado.

    A maioria das alterações foi de apenas 0,1 anos, o que representa uma alteração de aproximadamente 36 dias, que dividido por dois dá menos de um mês, pois para cada dia trabalhado também aumenta um dia na idade, que também é considerado neste cálculo. Poucos foram os casos em que esta alteração ficou em 0,2 anos, ou inalterada.

    E ainda tem aqueles casos em que as pessoas estão fazendo aniversário por estes dias e que o aumento do fator por conta disto será muito maior que esta redução por conta da nova tabela de expectativa de sobrevida divulgada ontem pelo IBGE.

    Quanto aos prejuízos em dinheiro neste momento, para aqueles que efetivamente tiveram, será de no máximo R$ 20,00, em raríssimos casos, e apenas para aqueles que se aposentarem agora.

    Enquanto aqueles que estão aniversariando neste mês o aumento na aposentadoria podem chegar a R$ 100,00. Com uma observação estes ganhos e perdas são para pessoas que contribuiu pelo teto desde 07/1994, mas para quem tem média menor estas variações serão proporcionais.

    Portanto, aquilo que as trombetas anunciaram não aconteceu, e o Armagedom teve que ser prorrogado, mais uma vez.

    Jesus Divino Barbosa de Souza
    http://twitter.com/JesusDivino
    http://jesusprev.zip.net

  2. MÁRIO LUIZ FERNANDES DA SILVA

    ESTA É A TRISTE REALIDADE DO TRABALHADOR DIANTE DO INSS . SE CORRER , O BICHO TE PEGA . SE FICAR , O BICHO TE COME . NÃO HÁ SAÍDA . A PREVIDÊNCIA FOI DESTRUÍDA . PENSARAM EM TUDO . ABSOLUTAMENTE . A ÚNICA SAÍDA É TER MUITO JUÍZO , PREZERVAR A SAÚDE E PEDIR A DEUS PARA NASCERMOS NESTE BRASIL, COM UM MELHOR PADRÃO GENÉTICO POSSÍVEL E MESMO ASSIM , MESMO ASSIM , MESMO ASSIM O DESGRAÇADO DO POLÍTICO BRASILEIRO , QUANDO PERCEBER ISTO , CRIARÁ COM CERTEZA UMA OUTRA SAÍDA PARA POR O TRABALHADOR NESTA MESMA ENCRUZILHADA . HOJE O INSS É UMA VERDADEIRA ENCRUZILHADA , PARA O TRABALHADOR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s